No IML foi constatado que a mulher morreu por ter ingerido várias cápsulas de cocaína. Uma delas teria se rompido e causado a morte da passageira - Foto: Divulgação

A reportagem da Agência Tocantins acompanha o caso da passageira que morreu dentro do avião que fez um pouso de emergência em Palmas na manhã dessa quarta-feira (18). De acordo com a Infraero, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser chamado para fazer o atendimento, mas a mulher não resistiu e morreu.

De acordo com informações apuradas pela reportagem, a passageira morreu após sofrer uma overdose, segundo uma fonte da Agência Tocantins, a passageira estava carregando 32 cápsulas de cocaína dentro do estômago, uma das cápsulas se rompeu e causou a morte da mulher.

O corpo da passageira está no Instituto Médico Legal – IML de Palmas e aguarda por parentes para ser liberado.

Divulgação

A mulher havia embarcado no avião no aeroporto de Guarulhos no estado de São Paulo e seguiam para Belém, no estado do Pará.

Leia também

Avião faz pouso não programado em Palmas após passageira passar mal e morrer

O que diz a companhia

A Gol informou que seguiu todos os procedimentos de primeiros socorros e solicitou atendimento médico imediato na pista do aeroporto, mas infelizmente a passageira morreu. A companhia disse que “lamenta profundamente o ocorrido e informa que está prestando toda a assistência aos familiares da cliente”.

A Gol ressaltou ainda que prestou assistência aos outros passageiros. Eles seguiram viagem para Belém às 5h.

Comentários do Facebook