CPP de Guaraí - Foto: Divulgação

Um agente penitenciário foi feito refém durante uma fuga de presos registrada na tarde desta terça-feira (24), na Casa de Prisão Provisória de Guaraí – CPPG, na região Centro-Norte do Estado. De acordo com informações apuradas até o momento pela Agência Tocantins, um grupo de presos pegou um policial penal que trabalha na unidade de refém e conseguiram sair pela porta da frente do presídio.

Durante a fuga, os detentos levaram um fuzil calibre 556 e uma pistola .40. Eles fugiram no carro de um dos servidores que trabalha no local, levando um policial penal como refém.

Informações preliminares dão conta que a direção da unidade prisional de Guaraí já solicitou apoio da Secretaria da Cidadania e Justiça – SECIJU para reforçar a segurança do local e negociar a liberação do Agente.

A reportagem busca por informações de como os detentos tiveram acesso à porta da frente da Casa de Prisão Provisória da cidade. Durante a fuga, houve troca de tiros, não há informações sobre feridos.

Ainda segundo apurado pela reportagem, forças de segurança do Estado já estão na região em busca de libertar o policial penal e recapturar os presos.

Outro lado

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Superintendência de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional (Sispen), confirma a fuga de três presos da Casa de Prisão Provisória de Guaraí. As informações preliminares são de que os custodiados da unidade prisional fizeram um Agente de Execução Penal de refém e estão armados. Destaca-se que todas as Forças de Segurança Pública do Estado do Tocantins (Agentes de Execução Penal, Grupo de Intervenção Rápida (GIR) do Sispen, Policiais Militares e Civis) estão unidas para capturar os fugitivos e resgatar o refém.

“A matéria segue recebendo atualização sobre a fuga”

Comentários do Facebook